Para no ver el final

Claro que deslocação a Espanha significa sempre música nova. Desta vez os M Clan e o seu último trabalho: «Para no ver el final». E é mesmo isso. Um disco tão bom que marca um daqueles finais que não queremos mesmo ver acontecer. Assumidamente uma homenagem a todas as influências musicais entre o rock e os blues que a banda teve, marca ao mesmo tempo um assumir sem complexos de um estilo próprio. Sem experimentalismos é puro rock, assumido e frontal. E depois há a voz de Carlos Tarque e a guitarra de Ricardo Ruipérez… razões que mais suficientes para atestar a unicidade desta banda.  Dos temas mais duros aos blues mais puros é um disco a reter para ouvir e ouvir em toda a sinceridade dos seus poemas e melodias.

“Para no ver el final” es un disco clásico, de los que pincharás hasta que se rompa el disco, de los que te llevarás siempre en tu ipod, y de los que recomendarás solo a tus mejores amigos»

 

E em jeito de história, a primeira vez que os ouvi foi com o tema que segue: uma fabulosa versão de Maggie May ou Vamos Maggie despierta!

 

Anúncios

Autor: Filipe Antolin

Curiosamente à procura de outros pontos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s