The Cure

A primeira vez que ouvi «The Cure» foi na voz do Gonçalinho Leandro, sempre muito avançado no que à boa música dizia respeito. Uma noite qualquer de deambulações entre Carcavelos e Oeiras e demos por ele a cantarolar uma qualquer música do Kiss me, Kiss me, Kiss me. Salvo erro o «hot, hot, hot» mas o álbum era esse porque foi imediatamente adquirido no dia seguinte e permanece guardado até hoje com a religiosidade que merece. Cimentei o culto pela banda no Liceu de Oeiras onde o negro das tendências vanguarda era predominante sendo a figura de Robert Smith naturalmente elevada a um patamar de superioridade máxima. E o engraçado era a forma consensual como isto se passava noutras tribos. Entre a malta da praia, bem mais colorida por sinal (Hey…it was the 80’s. People wore Zink) não havia festa em que Cure não passasse. Era exigência permanente a cada DJ, e isto de Cascais ao Bairro Alto, exceptuando talvez o 2001.
O alternativo daquele som. O poder do baixo, da bateria, da guitarra… o timbre de voz absolutamente único e as letras. Hinos negros ao amor, poemas de sofrimento atroz ou euforia desmesurada. Quem não amou ou chorou ao som dos “Cure” perdeu parte substancial dos anos 80 e pouco do bom que houve nos 90.
Não sei se o segredo passa pela mistura melódica que conseguem. A originalidade quer da presença em palco quer da postura musical alternativa que sempre mantiveram projetou-os a um mainstream universal, com um público fiel que “gostam muito”…é que não há meio termo para esta banda. Ou se ama ou se detesta. Eu amo e acho que cada vez estão melhores

Vão estar aí por Lisboa brevemente. Até vou lá vê-los.


 

Anúncios

Autor: Filipe Antolin

Curiosamente à procura de outros pontos.

1 thought on “The Cure”

  1. Ainda hoje não consigo ouvir Cure…por tudo o que está lá, mas principalmente pelo que não consta, mas se adivinha. Uma das minhas preferidas dos 80. Durante um tempo pensei que só eu e o Bubas (da Costa) gostávamos desta banda, mas isso era impossível.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s