«Estes lobos ‘tão cheios…»

Canta o Duda, hoje artisticamente «Tranquilo». Oiço. Gosto sempre das suas rimas,  pensadas e acutilantes.  Penso se a sua música passa na Assembleia da Republica. Quantos deputados o ouvem? Mesmo os da pretensa nova geração parlamentar? Imagino que poucos. Muito poucos mesmo. Quantos políticos engavetados sabem o que cantam as novas gerações nas ruas? Quantos conhecem os seus sonhos, receios, esperanças, lamentos? Não falo dos lugares comuns da esquerda, como o «desemprego,  educação,  emigração, e todos os outros «aõs» que parecem excitar bloquistas e comunistas. Falo do sentimento de saturação crescente face à incapacidade de sucessivas vagas de políticos em fazerem bem as coisas. Acertarem uma vez que fosse. O velho discurso  do funcionário público  malandro,  da economia refém da situação periférica e da crise internacional, entre tantos outros chavões deixou de colar. Há um vazio perigoso. Um vazio que não consegue contraria a ideia que os «Lobos estão cheios». Contrariar o pessimismo instalado. Contrariar o sentimento perigosamente emergente que a democracia falhou. Espero que para lá de concertações políticas para palcos externos, não se esqueça aquele plateau primeiro que tudo determina: o raio do país real.

Anúncios

Autor: Filipe Antolin

Curiosamente à procura de outros pontos.

3 thoughts on “«Estes lobos ‘tão cheios…»”

  1. O pequeno Duda…lembro-me dele ainda com cara de anúncio de cereais de chocolate, com 50 cms e em cima de uma prancha cinco vezes maior…a destilar felicidade… o que nos aconteceu enquanto a vida passava? Para onde olhávamos..? Que saudades do que podíamos ter sido…

  2. O Duda continua igual a ele mesmo…incrível como cresceu menino e ficou. O que somos é fruto de todas essas saudades do que poderíamos ter sido… o importante é que elas existam…sinal que vivemos coisas que valeram a pena viver.

  3. Mas e todas aquelas que não vivemos e sentimos nos ossos que o devíamos ter feito? São essas que largam âncora nos momentos mais inconvenientes e nos obrigam a fundear no lodo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s